quinta-feira, 17 de julho de 2014

" SOMOS FEITOS"

" SOMOS FEITOS"

Somos as gotas de orvalho
Somos as flores do tempo
Somos as folhas do outono
Somos o vale de lágrimas
Somos a doçura do mel
Somos os seres benditos
Somos um rio sem destino
Somos um grito hediondo
Somos a morte das sombras
Somos as lágrimas de alegria
Somos feitos de dor e amor.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Por mais que tentem...

Por mais que tentem...
Nunca acabarão com o amor e o ódio.
Nem todos os cremes do mundo acabarão...
Com as rugas do nosso rosto.
Nem com a dor da distância...
Nem com a saudade em cada sílaba que escrevo.!

Isabel Morais Ribeiro Fonseca



segunda-feira, 7 de julho de 2014

"PRANTO DE SAUDADE"

 "PRANTO DE SAUDADE"

Que dor é esta que atormenta-me?
O pensamento...
A alma a toda a hora.
Que mágoa é esta que ainda sustenta-me?
E que não se vai embora.
Que sentimento é este que fere-me?
Com tanta intensidade.
Que mata tudo por dentro.
A saudade, o desejo
Que vive dentro de mim.
Nas sombras escuras.
Nostálgicas...
Chegam num momento.
Vestindo o meu corpo de tormento.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

quinta-feira, 3 de julho de 2014

"NUNCA TER MEDO"

 "NUNCA TER MEDO"

Desejo nunca ter medo da vida.
E muito menos de vivê-la.
Afinal não há caminhos sem tempestades.
Nem estradas sem buracos.
Que seja sempre um sonhador.
Com disciplina e coerência.
Que nunca seja uma pessoa frustrada.
Nas dificuldades que a vida apresenta.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca