quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

SALGADO DOCE

 SALGADO DOCE

Cala-me com a tua boca
Com o teu beijo salgado e doce
Deixa-me apenas respirar
Para que sussurre ao teu ouvido
O meu grito silencioso murmurante.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca